Conheça a história do mountain bike

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no reddit
Compartilhar no twitter
Conheça a história do mountain bike

Certamente, o Mountain Bike está entre as categorias mais desafiadoras, perigosas e radicais dentro do ciclismo. Isso, porque a modalidade abraça os percursos longos e o Downhill, que você vai conhecer mais a seguir.

Especialistas dizem que a origem do Mountain Bike se deu em meados da década de 1950, quando ciclistas acostumados a pedalar nas ruas e estradas da Califórnia, começaram a invadir as matas daquele estado em busca de novas aventuras. Junto a eles, surfistas frustrados pela falta de ondas aderiram à atividade como uma forma radical de passatempo.

Diz-se também que o MTB teve entusiastas nesta mesma época na França, mais precisamente em Paris, quando ciclistas enjoados do tradicional Tour de France buscaram as montanhas ao redor da capital francesa para mudar o perfil de suas pedaladas.

Você também pode gostar – A história do ciclismo de estrada

Foi nessa época que o norte-americano James Finley Scott resolveu fazer modificações em sua bike para poder pedalar na terra com mais conforto, controle e segurança. Digamos que o Mountain Bike se consolidou como esporte nos anos 1970, também na Califórnia, mas rapidamente ganhou adeptos em todo o mundo. Em 1990 aconteceu o 1º Campeonato Mundial da modalidade, no Colorado (EUA), e em 1996 fez parte dos Jogos Olímpicos, em Atlanta (EUA).

Dentro do Mountain Bike existem quatro tipos de competições

Cross Country

As corridas têm trajetos sinuosos e atribulados, com descidas, subidas, trilhas apertadas, caminhos rochosos e obstáculos naturais. Os percursos variam entre 5km e 9km e podem chegar a 2h30 de prova. Maratona Cross Country Esta é uma adaptação do Cross Country para atletas com muita resistência, pois as distâncias percorridas são longas. Algo entre 70km e 120km. Em princípio, você pode achar que nem é tanto assim. Mas se contar o terreno montanhoso, os caminhos espinhosos e o cansaço físico e psicológico, parece uma eternidade.

 

Você também pode gostar – 10 motivos para trocar de Bike

Downhill

Com certeza, esta é a vertente mais insana do Mountain Bike. Aqui, os equipamentos de segurança às vezes não resolvem. É preciso muita perícia, técnica apurada e, claro, uma dose a mais de coragem, afinal, a corrida é contra o relógio. O desafio é se lançar morro abaixo, superar as dificuldades do percurso e utilizar os obstáculos da natureza para ganhar impulso contra o tempo. Os praticantes podem atingir até 80km/h, dependendo do tipo de prova.

Four Cross

Nesta competição, quatro atletas largam simultaneamente ladeira abaixo e dividem curvas fechadas, solavancos e rampas até a linha de chegada. As corridas são curtas, em geral, não chegam a um minuto, e os competidores travam disputas acirradas e agressivas rumo ao 1º lugar. Os ciclistas vão se eliminando entre si em diversas séries com quatro atletas até a bateria final.

Grandes nomes da história no Mountain Bike

Henrique Avancini nasceu em Petrópolis (RJ), em 1989, é o maior nome brasileiro do Mountain Bike de todos os tempos. Com diversos títulos brasileiros, sul-americanos e pan-americanos, Avancini foi Campeão Mundial de Maratona Cross Country em 2018 e atingiu o 2º lugar no ranking mundial de Mountain Bike da UCI. Resultados jamais alcançados por nenhum brasileiro na história.

Os norte-americanos Gary Fischer, Tom Ritchey, Joe Breeze, James Finley Scott e Charlie Kelly são outras lendas da modalidade, pois, além de serem os praticantes precursores do MTB nos EUA e no mundo, foram os primeiros a desenvolverem as bicicletas às necessidades da categoria.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no reddit
Compartilhar no twitter
Redação

Redação

Curadoria de conteúdo Pedalemos. Quer de enviar conteúdo sobre ciclismo? Entre em contato via rede sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pedalemos | Todos os direitos reservaods © 2021 Comunicas. 

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0