Rubinho Valeriano é vice no MTB Short Track

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no reddit
Compartilhar no twitter
Rubinho Valeriano é vice no MTB Short Track

Recordista em participações olímpicas pelo Brasil no mountain bike, ao disputar as edições de Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016, o mineiro Rubinho Valeriano garantiu neste domingo (25) o vice-campeonato do MTB Short  Track, prova que fez parte da programação do Shimano Fest, no Jockey Club de São Paulo. Já Érick Bruske, Lucas Sírio, Bruna Elias e Larissa Brasa, também representaram marca no evento, com as sextas colocações para Érick e Bruna, o sétimo lugar de Larissa, e a 23ª posição de Lucas na eliminatória realizada na manhã do mesmo dia, que contou com 30 atletas.

O mineiro Rubinho Valeriano esteve na liderança em uma boa parte da corrida

Na prova masculina, disputada em um circuito de 1,1 km no entorno da arena do Shimano Fest,  com a definição do campeão reservada para a última curva. “Imaginei que seria bem equilibrado o MTB Short Track, porque é sempre uma prova rápida e que exige muita força do atleta. Larguei bem na final e fiquei entre os primeiros, sem queimar energia e me poupei. Observei os adversários e, antes do pelotão intermediário nos alcançar, acelerei e ditei o ritmo da prova”, relembrou Rubinho.

“Ao colocar esse ritmo forte, consciente de que eu conseguiria chegar até o final, o pelotão se quebrou e ficou apenas eu e mais um atleta, que tem características de sprintista. Ou seja, não poderia deixar para decidir nos metros finais com ele. Na última volta fiz vários ataques, abri uma certa diferença mas não o suficiente. Na curva final ele entrou por dentro, batemos o guidão, o que me deslocou da linha certa e desta forma terminei com o vice-campeonato. Fiquei contente com meu resultado. Agora é pensar em Congonhas (MG), onde disputarei a final da CIMTB daqui um mês e meio”, concluiu o ciclista.

Em seu primeiro ano competindo na super elite brasileira, o catarinense Érick Bruske obteve um resultado satisfatório

Ao cruzar a linha de chegada na sexta colocação. “O fim de semana foi bom. O pódio passou perto, com uma disputa dura com os melhores ciclistas do Brasil. Abrimos em um grupo de seis ou sete atletas no começo e cheguei a liderar a prova, mas no fim acabei me distanciando nas duas últimas voltas, porque o ritmo estava um pouco mais intenso do que eu consegui impor. De qualquer forma, foi uma experiência muito boa e valeu demais disputar o Short Track do Shimano Fest 2016”, destacou Bruske.

erick-bruske

Já a gaúcha Bruna Elias, campeã brasileira de XCO Juvenil, teve no Shimano Fest a oportunidade de competir pela primeira vez.

Em sua carreira com a elite feminina do País e comemorou o fato.”Estou muito feliz com meu desempenho e com a oportunidade de participar desse evento maravilhoso que é o Shimano Fest. Uma verdadeira festa do ciclismo brasileiro, que disputei pela primeira vez. Espero voltar nos próximos anos e alcançar resultados ainda melhores”, contou Bruna, que classificou-se na quarta posição para a final, ficando atrás apenas das ciclistas de Elite.

bruna elias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no reddit
Compartilhar no twitter
Redação

Redação

Curadoria de conteúdo Pedalemos. Quer de enviar conteúdo sobre ciclismo? Entre em contato via rede sociais.

Pedalemos | Todos os direitos reservaods © 2021 Comunicas. 

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0