fbpx

Freios a disco, pneus largos e tubeless: Tendências tecnológicas na Paris-Roubaix 2021

Descubra as tendências tecnológicas da Paris-Roubaix 2021 com freios a disco, pneus largos e tubeless. Aproveite o máximo desempenho com essas inovações.

Sumário

Freios a Disco, Pneus Largos e Tubeless: Revolução Tecnológica na Paris-Roubaix 2021

A corrida de mountain bike Paris-Roubaix 2021 não é só uma prova de resistência e habilidade, mas também um verdadeiro desfile de inovações tecnológicas. Imaginem só, uma corrida tão árdua que faz até o asfalto se tremer (se é que asfalto treme). Os melhores ciclistas do mundo desafiaram as pedras cruéis do norte da França com suas máquinas super equipadas — uma batalha épica de titãs do pedalar em terreno implacável. Sendo a edição de 2020 cancelada e a de 2021 adiada por conta da pandemia, tivemos um espaço de mais de dois anos sem sentir o gosto do pó (ou da lama) de Roubaix para acumular avanços tecnológicos.

As Cinco Principais Tendências Tecnológicas da Paris-Roubaix 2021

Consolidação dos Freios a Disco

Antes vistos com certa desconfiança por alguns puristas, os freios a disco mostraram seu valor nas pistas escorregadias da Paris-Roubaix. A última resistência dos freios de aro cedeu lugar ao poder dos discos, e até a equipe Ineos Grenadiers se rendeu a essa mudança. É que, na prática, em terrenos como o de Roubaix, um freio que não se importa com um pouco de lama e mantém a performance debaixo de água é mais que um luxo — é uma necessidade.


Continua depois da publicidade


A Ascensão dos Pneus Mais Largos

Os pneus largos sempre foram habitués por esses caminhos pedregosos, mas agora eles chegaram com um apetite ainda maior por espaço. Com a possibilidade de ajustar pressões mais baixas, esses pneus se tornaram verdadeiros tapetes voadores, absorvendo impactos e dando aos ciclistas maior controle sobre as trepitosas pedras. As bicicletas modernas? Bom, elas simplesmente engoliram esses pneus sem qualquer compromisso de folga — fazendo com que máquinas como a Merida Reacto possam voar sobre pneus de até 30 mm. Parece que até os pneus estão numa dieta de ganho de massa!

  • Exemplo em Ação: Tomemos como exemplo a Merida Reacto do italiano Sonny Colbrelli, que soube usar bem esses novos pneus para cruzar a linha de chegada em grande estilo — um verdadeiro balé de borracha e eficiência.
  • Mudança de Paradigma: Com os participantes já pavimentando o terreno com pneus de 30 mm, vimos uma verdadeira mudança de paradigma comparado às larguras máximas de 28 mm de edições passadas.
  • Tubeless em Alta: Ah, e claro, a tendência tubeless (sem câmara) é como um novo sabor de sorvete que todos querem experimentar — cada vez mais presente no pelotão.

Tubeless: Menos Furos, Mais Ação

Os pneus Tubeless não são mais novidade, mas estão se tornando uma presença cada vez mais comum nas estradas — e por um bom motivo. Eles possuem menos tendência a furos e certamente acrescentaram uma nova dimensão a Paris-Roubaix. Se antes os tubulares eram os reis da colina, agora eles têm de dividir o trono com os Tubeless — uma revolução borrachuda sobre rodas.

Aerodinâmica: O Vento que Sopra a Favor

Paris-Roubaix pode ser conhecida pelo seu temível pavê, mas o resto dos 258 km é um asfalto que vê muitos pneus passar a mais de 40 km/h. A aerodinâmica, portanto, não é só para os pelo vento; ela importa — e muito! Com a implementação de freios a disco e a capacidade de montar pneus mais largos sem sacrificar essa aerodinâmica, as bicicletas de hoje em dia não estão para brincadeiras, dando aos ciclistas mais ferramentas para enfrentar o vento e as imperfeições do terreno.

Escolha Inteligente de Bicicletas

A Paris-Roubaix têm visto algumas escolhas peculiares de bicicletas ao longo dos anos, mas a edição de 2021 provou que a modernidade chegou para ficar. Com os já mencionados freios a disco e os pneus prontos para o combate, houve uma uniformização na escolha de equipamentos. A maioria dos ciclistas optou por suas confiáveis máquinas de corrida, com algumas adaptações específicas para aguentar os trechos mais diferenciados de Roubaix. Ficou claro: no ciclismo, a evolução tecnológica não dá brechas para a nostalgia — ela pedala firme rumo ao futuro!

Fonte: Bike Radar


Continua depois da publicidade


Deixe um comentário

Perguntas frequentes

Os freios a disco oferecem maior potência de frenagem e melhor modulação, essenciais na Paris-Roubaix devido aos trechos de pavé e terreno variado. Além disso, dissipam melhor o calor, evitando superaquecimento das pastilhas e garantindo frenagem consistente.
Os freios a disco oferecem maior potência de frenagem e melhor modulação, sendo essenciais na Paris-Roubaix devido aos trechos de pavé e terrenos variados. Além disso, proporcionam melhor dissipação de calor, evitando superaquecimento das pastilhas.
Os freios a disco oferecem maior potência de frenagem e melhor modulação, além de uma melhor dissipação de calor, o que é essencial na Paris-Roubaix.
Diversas marcas como Specialized, Trek, Canyon e Giant estão adotando as tendências tecnológicas na Paris-Roubaix 2021, oferecendo bicicletas com freios a disco, pneus largos e sistema tubeless.

Conteúdo exclusivo

Garanta sua inscrição gratuita na comunidade PedalemosVIP e acesse conteúdos exclusivos por tempo limitado. 

Aproveite agora essa oportunidade única!